Como tornar a sua casa segura para as crianças

O desenvolvimento dos pequenos é bastante rápido, já que ontem o bebê estava mamando no seu colo e hoje ele já está engatinhando e tão logo dará seus primeiros passos. Os novos desafios trazem diversos aprendizados e descobertas, é a fase que a criança começa a explorar o mundo. E esse momento é importante para a formação do período da infância.

Agora a dúvida dos pais é quanto ao ambiente interno e externo. Como essa criança pode fazer todas essas descobertas com segurança? A dica tem um exemplo bem simples, se determinado lugar não pode, ele deve estar bloqueado. Como uma escada por exemplo, se houver perigo para a criança, mantenha o local sempre inacessível.

Com toda essa criatividade e energia disponível, o ideal é que todas as brincadeiras tenham a supervisão de um adulto. A organização desse espaço de acordo com as necessidades da criança é fundamental, já que a criatividade e disposição para desvendar esse mundo são grandes.

Para crianças até um ano, os acidentes mais comuns são as quedas (berços, trocadores, camas e etc) e asfixia por cobertores, brinquedos e deglutição de objetos. Além dos acidentes com tomadas sem proteção, já que nessa idade os pequenos também engatinham. Já na faixa etária de dois a quatro anos, a tendência é que as crianças procurem escalar móveis, janelas, escadas e sacadas. O risco de queda nessa idade é ainda mais alto. Outro cuidado importante é com produtos de limpeza, já que são coloridos e atrativos para os pequenos – que podem ingeri-los. Assim como os medicamentos, que não podem ser acessados facilmente.

Outros objetos também exigem cuidados, na cozinha por exemplo, fique atento com as facas, garfos, tesouras, fogão ligado, panelas e ferros. Alimentos muito quentes podem causar queimaduras tanto na pele quanto na boca e língua. As louças em geral são objetos de vidro e não devem estar acessíveis. Observe a posição da mesa e cadeiras, que podem servir de degrau para esse tipo de perigo.

No verão, ventiladores na altura das crianças devem ser evitados, já que é possível que elas acessem a hélice pela grade. O recipientes que acumulam água como bacias, baldes, piscinas, também requer atenção, já que podem causar afogamento.

About the author: Dr. Rodrigo Felgueira

Leave a Reply

Your email address will not be published.